Current Zoom: 100%

Saiba como a alimentação pode fortalecer o seu sistema imunológico

  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /home/saude/public_html/sites/all/modules/views/views.module on line 906.
  • strict warning: Declaration of views_handler_filter::options_validate() should be compatible with views_handler::options_validate($form, &$form_state) in /home/saude/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_filter.inc on line 607.
  • strict warning: Declaration of views_handler_filter::options_submit() should be compatible with views_handler::options_submit($form, &$form_state) in /home/saude/public_html/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_filter.inc on line 607.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /home/saude/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /home/saude/public_html/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 134.
Saiba como a alimentação pode fortalecer o seu sistema imunológico

Aliados a um estilo de vida saudável, hábitos alimentares corretos podem melhorar a ação do organismo contra vírus, bactérias e outros agentes causadores de doenças.

O sistema imunológico é o mecanismo pelo qual o nosso corpo luta contra invasores externos — vírus, bactérias, protozoários, fungos e até agentes químicos, como venenos — capazes de provocar doenças. Embora ele seja parte natural do organismo, é possível fortalecê-lo e torná-lo mais preparado para combater esses agentes, evitando ou retardando, assim, o surgimento uma série de problemas de saúde.

A alimentação é uma das principais aliadas das células de defesa e, na quantidade adequada, certos nutrientes podem, entre outras coisas, aumentar o número dessas células no corpo e estimular a ação delas quando o organismo se depara com um quadro de infecção.

A vitamina C talvez seja o nutriente mais associado a uma boa imunidade — e não é à toa. Acontece que esse ‘exército’ de defesa é formado por células que nascem e morrem a todo o momento, como explica Luiz Vicente Rizzo, médico imunologista e diretor-superintendente do Instituto Israelita de Pesquisa Albert Einstein. “É um processo contínuo de renovação: quando há algum quadro de infecção, o número de células de defesa no organismo aumenta e, quando a resposta inflamatória acaba, as células morrem, pois deixam de ser úteis”, diz o médico.

O que a vitamina C faz no corpo é evitar a morte — ou a oxidação — de parte dessas células, já que o nutriente possui propriedades antioxidantes. Portanto, a vitamina faz com que menos linfócitos morram e deixa o nosso corpo mais preparado para quando precisar lutar contra um agente externo.

Estilo de vida — No entanto, consumir apenas alguns alimentos que são benéficos ao sistema imune não é o suficiente para evitar o surgimento de doenças. “Não adianta tomar um litro de suco de laranja todos os dias se todos os seus outros hábitos prejudicam o organismo”, afirma Rizzo. “Como o sistema imune faz parte do organismo, tudo o que é bom para ele, é bom para a imunidade. Ou seja, dormir bem, ser fisicamente ativo, não fumar ou beber em excesso e, claro, ter hábitos alimentares saudáveis contribui para que a resposta do corpo a infecções seja mais poderosa.”

Hábitos favoráveis à saúde, segundo Rizzo, quando seguidos a longo prazo, retardam o desgaste natural que ocorre com a saúde de todo o indivíduo ao passo que ele envelhece. “Doenças que surgem com a idade podem demorar mais para aparecer. É claro que o fator genético também interfere, mas dele não é possível fugir.”

Vitamina C

O nutriente tem propriedades oxidantes e evita a morte de parte das células de defesa. Isso faz com que o organismo esteja mais preparado quando entrar em contato com um agente externo. Essa ação da vitamina C pode ajudar no combate e na prevenção de diversas doenças. Um estudo feito em 2012 na Universidade Monash, na Austrália, por exemplo, mostrou que homens que consomem maiores quantidades do nutriente têm menos artrite (inflamação das artérias). No entanto, o excesso do nutriente não aumenta os benefícios e ainda pode provocar reações adversas, como dores de estômago. Outros alimentos como goiaba, melão, mamão e morango também são fontes ricas de vitamina C.

Alimentos ricos em zinco

O nutriente pode ser encontrado em uma variedade muito grande de alimentos, como ostras, carne bovina, amêndoas e nozes. De acordo com o imunologista Luiz Vicente Rizzo, o zinco é fundamental para o funcionamento de diversas enzimas que atuam na resposta imune e aumenta a capacidade de as células de defesa combaterem bactérias. Por isso, como explica o médico, suplementos do mineral têm sido cada vez mais recomendados aos idosos para reduzir quadros de infecções. Um estudo feito no Centro Nacional Italiano de Pesquisas sobre Envelhecimento e publicado no periódico Annals of the New York Academy of Sciences mostrou que pessoas com mais de 65 anos que ingerem 15 miligramas de zinco ao dia apresentam níveis de células do sistema de defesa semelhantes aos encontrados em um jovem.

Alho

A sabedoria popular já aposta há tempos no alho como um poderoso aliado contra gripes, resfriados e outras doenças que atingem o sistema imunológico. Nos últimos anos, a reputação do alimento foi comprovada por alguns estudos científicos. Um dos mais recentes, publicado em dezembro de 2011 no periódico Clinical Nutrition e realizado na Universidade da Flórida, nos Estados Unidos, mostrou que pessoas que tomaram suplementos com extrato de alho demonstraram uma melhor função das células de defesa e tiveram gripes e resfriados menos graves do que aquelas que não ingeriram a substância.

Cogumelos

Em 1960, um pesquisador da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, descobriu que um componente do shiitake chamado letinan possui propriedades antivirais que estimulam a ação dos linfócitos no organismo e, portanto, fortalecem o sistema de defesa. Um estudo feito na Universidade de Smeelweis, em Budapeste, na Hungria, e publicada no periódico Cancer Immunology, Immunotherapy,concluiu que a substância presente nos cogumelos altera as células do sistema imune e pode evitar a metástase de células cancerígenas do pulmão.

Iogurte

Há algum tempo a ação do iogurte no organismo vem sendo estudada. As bactérias presentes no iogurte, como os lactobacilos, garantem o equilíbrio que deve haver no organismo entre todas as células bacterianas que habitam o corpo de um ser humano. Além disso, estudos têm revelado o quanto essa ação ajuda o sistema imunológico. Uma pesuisa recentemente publicada no periódicoCell Host & Microbe, por exemplo, concluiu que as bactérias presentes no iogurte agem sobre mediadores da resposta inflamatória no organismo e, assim, podem ajudar a combater doenças inflamatórias do intestino.

Fonte: 
Veja.com / Redação Benefício Saúde.com
Saiba como a alimentação pode fortalecer o seu sistema imunológico

Consultoria de Beneficios, Consultoria em Saude Suplementar, Plano de Saude Empresarial, Plano Odontologico Empresarial, Beneficio Saude, Assessoria em plano de saude, Assessoria em beneficios, Beneficios Empresariais, Beneficio de RH, Beneficios de Recursos Humanos