Current Zoom: 100%

Login BeneficioSaude.com

Especialista dá dicas de como evitar doenças de pele no verão

Especialista dá dicas de como evitar doenças de pele no verão

Com o clima quente e início do período de férias, há o aumento de algumas doenças dermatológicas ligadas ao verão, como a fitofotodermatose (mancha escura provocada pelo suco de limão na pele), micose de praia, queimadura do sol e insolação. Tais ocorrências servem como alerta a toda a população, pois, de acordo com pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Dermatologia, 62% dos brasileiros não usam protetor solar.

Para se proteger desses e de outros problemas desencadeados pelo clima, a dermatologista Juliana Gumieiro afirma que a prevenção é sempre o melhor remédio. “Evitar o sol das 10h às 15h ainda é a melhor opção, mas, se for sair nesse período, não se esqueça do protetor solar, chapéu e consuma líquidos, como água, água de coco e sucos, protegendo o corpo dos efeitos nocivos do calor e do sol.

Mesmo em dias nublados é importante usar o protetor solar, pois os raios ultravioleta passam pelas nuvens e podem queimar a pele.

Estas pequenas recomendações já contribuem para evitar a maior parte das doenças típicas do verão, como as queimaduras, reações alérgicas ao sol e a fitofotodermatose”, afirma a especialista. 

Para quem vai passar as férias em piscinas ou praias, deve ficar atento às doenças provocadas pela umidade.

A especialista recomenda cuidar da higiene da pele, mantendo-a sempre limpa e seca após a saída da água. Os cabelos também merecem cuidados especiais. “O calor e a umidade prejudicam o couro cabeludo, causando inflamações e seborreia.

Geralmente, pessoas de cabelo claro podem ficar com o cabelo esverdeado, devido a produtos utilizados nas piscinas. A cor não desaparece de forma instantânea, mesmo com qualquer medicação ou produto, é preciso tempo. Hidratar o cabelo é interessante e ajuda no tratamento, além de prevenir o problema”, explica.

Cuidados pós-sol. Se naquele fim de semana você exagerou nas horas ao sol e acabou queimando a pele, Juliana Gumieiro recomenda que além de bastante hidratante corporal, as pessoas usem também loções pós-sol para aliviar a ardência e diminuir a vermelhidão.

“Após a exposição excessiva ao sol, o indicado é usar produtos compostos por substâncias calmantes, como, por exemplo, à base de camomila, várias vezes ao dia, sem deixar de usar o protetor solar”, recomenda.

Fonte: 
Jornal da Manhã / Redação Benefício Saúde.com
Especialista dá dicas de como evitar doenças de pele no verão

Consultoria de Beneficios, Consultoria em Saude Suplementar, Plano de Saude Empresarial, Plano Odontologico Empresarial, Beneficio Saude, Assessoria em plano de saude, Assessoria em beneficios, Beneficios Empresariais, Beneficio de RH, Beneficios de Recursos Humanos